VI Festival Internacional de Folclore do Ceará

16, 17 e 18 de novembro em Pacoti - CE
19 de novembro em Fortaleza - CE

O Festival

O Festival Internacional de Folclore do Ceará é fruto da curiosidade, das observações e participações em outros Festivais de Folclore pelo Brasil e América do Sul, das idealizadoras Sheila Fernandes e Ilka Salatielle que juntamente com a experiência em planejamento, execução e produção de eventos culturais da ENCENA PRODUÇÕES CERIMONIAIS E EVENTOS LTDA possibilitam o público de prestigiar o que há de melhor da Cultura Popular.

Considerando o essencial da cultura popular, a promoção, a partilha de conhecimento, das tradições folclóricas e culturais, fortalecendo o espírito de amizade entre os povos, no respeito às suas identidades e memórias, com apresentações musicais, de dança, o artesanato, a literatura de cordel, a gastronomia, seminário, oficina e outras grandes surpresas fazem desse evento o diferencial.

Criado com um formato de programação descentralizada e fomentando a circulação dos Grupos e das Apresentações, o Festival antecipa o desejo de realização futura do Festival Internacional de Folclore do Ceará de forma itinerante. Um Festival que já começou grande e que segue se reinventando em estrutura e programação, seguindo as regras internacionais.

A importância do Festival dá-se não apenas pela apresentação de grandes espetáculos de projeção folclórica, mas também pelo intercâmbio de culturas que proporciona, permitindo um enriquecimento da própria arte além de uma aproximação recíproca entre artistas e público.

É uma grande mostra de arte, alegria, dignidade, respeito e solidariedade, em que convivem pessoas de diferentes etnias, religiões, ideias e procedências no mesmo ambiente festivo.

Folclore Itinerante

Essa ação é desenvolvida em Asilos, Lares, Casas de Acolhimento, Associações Comunitárias, enfim nós também rompemos a fronteira da exclusão, do abandono e do descaso, além da socialização, do contato direto com artistas, do conhecimento, da descoberta, do lazer, entretenimento e, principalmente, da alegria.

É uma experiência única para ambos, artistas e internos, pois ambos desconhecem ou conhecem pouco a realidade de cada, é quando fazemos pensar que com tão pouco conseguimos tanto... Essa troca permite com que o artista arranque o aplauso e o sorriso de quem já não tinha mais esperança e, o interno consegue sensibilizar o artista, que se emociona ao se apresentar para um público tão especial.

Folclore na Escola

Educação e Cultura caminham lado a lado e, porque não dizer de mãos dadas. É na escola, também, que tomamos conhecimento da nossa cultura e do folclore. Pensando assim, não poderíamos deixar de termos apresentações em Escolas Públicas, aproximando os Grupos Visitantes dos estudantes.

Nesta atividade percebemos o quanto estamos contribuindo na formação e na ampliação do conhecimento desse público, hoje ávido por tecnologia e informação. É hora de despertar que a informação não vem só “on line”, mas que ela se dá de maneira direta e de forma intensa.

Os Grupos trazem a sua identidade, suas danças, músicas, costumes, até mesmo idioma, pois trazemos grupos internacionais, onde é possível se perceber que através de suas apresentações fazemos uma viagem cultural, onde conhecemos lugares sem sairmos do lugar.

Escola Vai ao Teatro

Nesta ação os alunos são convidados a fazerem uma dupla viagem cultural, dupla sim, porque primeiramente saem do ambiente escolar para assistirem apresentações culturais e a segunda consiste em ter contato com o ambiente teatral, mesmo que sendo para assistirem apresentações de danças folclóricas.

Esse passeio que proporcionamos é fruto do pensamento de que educação também se aprende com cultura e fora da sala de aula. Os alunos das escolas participantes assistem a uma apresentação de um Grupo de Projeção Folclórica oriundo de outro estado ou país, onde após a apresentação é feita uma roda de conversa sobre aquele show apresentado.